Director: Octávio Soares - Contacto: 00239 9923140 - E-mail:jornaltropical05@hotmail.com / tropical05@hotmail.com - www.jornaltropical.st

 
 
Publicidades
 
 

Transferir STome_logo_cmyk.jpg (1075,9 KB)

PESTANA SÃO TOMÉ
OCEAN & SPA HOTE

Grupo Pestana em São Tomé garante a qualidade dos serviços aos seus clientes  

siga-nos no Facebook

https://www.facebook.com/SaoTomePestana

 

 

O Fundo Monetário Internacional (FMI) aprovou um novo financiamento de 18,2 milhões de dólares (

Governo lança projecto de Comercialização, Produtividade Agrícola e Nutrição

04 Outubro 2019 O governo de S. Tome e Príncipe lançou ontem no Hotel Praia um novo projecto para segurança alimentar no arquipélago, denominado COMPRAN- Projecto de Apoio â Comercialização, Produtividade Agrícola e Nutrição.

O COMPRAN arranca as actividades em 2020, avaliado em 25 milhões de dólares, financiado pelo Fundo Internacional do Desenvolvimento Agrícola (FIDA) e vai substituir o projecto PAPAC.

A cerimonia foi presidido pelo Ministro das Fianças, Economia Azul, Osvaldo Vaz, em nome do Governo afirma “tenho a honra de presidir  esta cerimonia alusiva a Atelier de Lançamento da Missão de Formulação de COMPRAN- Projecto de Apoio â Comercialização, Produtividade Agrícola e Nutrição”.

Este responsável manifestou  aos ilustres presentes por terem respondido positivamente ao convite que foram endereçados pelo Ministério de Agricultura, Pescas e Desenvolvimento Rural.

 

Segundo Osvaldo Vaz, o Governo reconhece que apesar dos investimentos feitos através de números projectos de programas do apoio directo, a produção tem vindo nos últimos anos a realizar esforços em prol do desenvolvimento do país, "mas o facto é que hoje se constatam que lamentavelmente a grande maioria da população agrícola que reside e vive exclusivamente da terra encontram-se na situação de pobreza".

“Os rendimentos que os agricultores obtenham nas suas actividades produtiva são baixos e as condições sociais em que vivem são degradantes”, afirma Osvaldo Vaz .

O cacau que constitui a cultura mais importante, o produtos que geram maiores rendimentos, a produção considerado ainda mais baixo  que são aliadas nas variações são negativas nos preços no mercado internacional e os custos crescentes dos insumos básicos , este dirigente afirmou que “venham originando uma quebra significativa no rendimento das famílias com particular incidência nas famílias que não estão sendo abrangidas pelos programas do FIDA, BAD e outros parceiros”.

A coordenadora do PAPAC, Carminda Viegas  disse “ este projecto serve para melhorar de forma sustentável a seguranças alimentar e nutricional e rendimento da população rural em particular os jovens mulheres e mais desfavorecidos  que estão na base do projecto de Comercialização, Produtividade Agrícola e Nutrição”.

 

 No domínio das culturas alimentares, os esforços desenvolvidos pelos agricultores no sentido da diversificação da produção com vista ao pensão do rendimento complementares “não têm sido devidamente compensados devido aos confrangimentos ligados ao escoamento e comercialização”, disse Osvaldo Vaz

Este governante disse que o sector da pecuária não tem conhecido melhoria significativas e não só em termo de rendimento como também na dieta alimentar, sublinhando de facto a “ falta de circuitos de apoio a comercialização dos produtos tem constituído factores de bloqueios na medida que muitos agricultores que têm parcelas longe de mercados consumidores têm dificuldades na comercialização dos seus produtos”.

Defendendo que as infra-estruturas de apoio a produção encontram-se de uma forma em geral em mau estado de conservação devido em grande medida a falta de apropriação por parte dos agricultores”. Pois tendo acrescentado ainda “a degradação crescente das vias de acessos no interior do País, não é um fenómeno recente, estão sempre associado a disponibilidade e ao custo de mão-de-obra”.

Esta situação já que se caracteriza por exigir uma forte demanda que como se sabe foi escasseando ao longo dos tempos agravando fortemente os custos de escoamento e de comercialização para os agricultores. Face esta situação critica em que nos encontramos, o Governo esta ciente e que temos que alterar este estado de coisas pelo que acções concretas terão que ser implementadas com vista a criação de condições que permitam as populações obterem maiores rendimentos e consequentemente melhorarem as suas condições de vida.

Osvaldo Vaz  em nome do governo  deseja que os trabalhos que dentro de momentos terão lugar nesta sala decoram com sentido de responsabilidade e profissionalismo visando a garantia da segurança alimentar e nutricional ou seja o bem-estar das nossas populações.

O ministro de Agricultura, Pescas e Desenvolvimento Rural encerrou o Atelier   disse temos que duplicar a produtividade agrícola e os rendimentos de pequenos agricultores de alimentos, mediante o estabelecimento de medidas de politica que conduzam a garantir sistema sustentável.

A visão que temos sobre o projecto a que nos propomos levar a cabo e, de igual modo informar os presentes que sentimos que os trabalhos decorrentes neste atelier com a participação da missão foi proveitosa e útil, e esperemos que os passos seguintes se concretizem dentro dos prazos estabelecidos na calendarização dos trabalhos, disse Ministro de Agricultura.

O. Soares

 

 

 

 

   
 
 

 

CERVEJEIRAROSEMA 

 

   

Transferir STome_logo_cmyk.jpg (1075,9 KB)

   

   
     

 

   
 
 
Jornal Tropical | Todo Direito reservado | Av. Marginal 12 de Julho | São Tomé e Príncipe | jornaltropical05@hotmail.com - 00239 9923140