IMG-LOGO
   

            

 

Carlos Vila Nova e Posser da Costa disputam segunda volta

 

 

 

 

 

Segundo os resultados provisórios, anunciados esta segunda-feira (19.07) pela Comissão Eleitoral Nacional (CEN), Carlos Vila Nova, apoiado pela Ação Democrática Independente (ADI, oposição) foi o candidato mais votado, com 39,47% (32.022 votos), seguido de Guilherme Posser da Costa (Movimento de Libertação de São Tomé e Príncipe – Partido Social Democrata, no poder), com 20,75% (16.829 votos).

 

Os dados foram hoje anunciados pelo presidente da CEN, Fernando Maquengo, na sede deste organismo, na capital são-tomense, numa declaração em que se limitou a indicar os resultados de cada um dos 19 candidatos às presidenciais deste domingo, sem direito a perguntas da imprensa.

 

Em terceiro lugar ficou Delfim Neves, presidente da Assembleia Nacional e apoiado pelo Partido da Convergência Democrática (no poder), com 16,88% (13.691 votos), que já anunciou que vai contestar os resultados por "fraude massiva".

Momentos antes da divulgação dos resultados, Carlos Vila Nova reivindicou a vitória, alertando para a possibilidade de fraude eleitoral: "Não disse que não aceitaria. Disse que são os nossos dados. O facto de a Comissão Eleitoral não se pronunciar, coloca-nos na posição de afirmar que os nossos dados são os corretos", referiu.