IMG-LOGO
   

            

 

 

 

Livro vencedor do Prémio Revelação Literária UCCLA-CMLisboa 2021 será lançado na Feira do Livro de Lisboa - 28 de Agosto de 2021

               

 

A UCCLA, a Câmara Municipal de Lisboa e a Guerra e Paz Editores vão apresentar “O Sonho de Amadeo” de Leonardo Costa de Oliveira, o livro vencedor da 6.ª edição do Prémio de Revelação Literária: Novos Talentos, Novas Obras em Língua Portuguesa, no dia 28 de agosto, às 17 horas, no Auditório Sul da 91.ª Feira do Livro de Lisboa.

 

Entrar na reunião Zoom - 17h00 (no fuso horário de Portugal):

https://zoom.us/j/96690963648?pwd=aXVyb0hwWnhuQXJhMXpHRE5kbHhpZz09

ID da reunião: 966 9096 3648

Senha de acesso: 481485

As candidaturas para a 7.ª edição do Prémio Revelação Literária UCCLA-CMLisboa estarão abertas até ao dia 7 janeiro de 2022 e podem ser enviadas para o endereço premioliterario@uccla.pt.
De um universo alucinante, convulsivo, inquietante, chega-nos O Sonho de Amadeo, uma obra de Leonardo Costa de Oliveira. O romance, editado pela Guerra e Paz, será publicado em simultâneo em Portugal e no Brasil. Chegará às livrarias de todo o país no dia 24 de agosto, com o patrocínio da União das Cidades Capitais de Língua Portuguesa (UCCLA) e da Câmara Municipal de Lisboa e o apoio do Movimento 2014 - 800 Anos da Língua Portuguesa.

Nas páginas d’O Sonho de Amadeo, mergulhamos numa história alucinante, em que a realidade e o sonho se confundem. O protagonista, Amadeo, acorda esbaforido após sonhar que foi assassinado, mas não se lembra do mais importante: o rosto do assassino. Tenta recordar-se dos pormenores do sonho, transportando-os para os quadros que pinta, ao mesmo tempo que inicia uma vertiginosa procura de respostas nas noites mal dormidas. E são tantas quanto as vozes que entoam neste fantasmagórico coro de Amadeo: «– A juventude é um sonho bom. – D. Vera continua a falar. – Quando menos se espera, desaparece e nem sabemos se de fato existiu. Agradeça por isso; um dia, você dorme, abre os olhos e tudo se resume a vultos na cabeça.»  

Mas quem é este autor que promete encantar e assombrar os leitores de língua portuguesa? Leonardo Costa de Oliveira, de 38 anos, natural de Paracambi, no interior do Rio de Janeiro, Brasil, conquistou a última edição do Prémio Revelação Literária UCCLA-CMLisboa: Novos Talentos, Obras em Língua Portuguesa, anunciada em maio. Na época, o autor não escondeu a surpresa… uma vez que Leonardo Costa de Oliveira é doutorado em Geociências, é geofísico na petrolífera brasileira Petrobras e estreia-se agora como autor: «Será que eu também poderia escrever um livro? Criar uma história que pudesse interessar a outras pessoas? Machado de Assis e Carlos Drummond de Andrade trabalhavam como funcionários públicos... Talvez, a partir de hoje, eu possa ser geólogo e também escrever... Por que não?»

A verdade é que a qualidade literária deste seu livro de estreia parece incontestável perante a análise feita pelo júri do prémio da UCCLA e da Câmara Municipal de Lisboa. Sobre O Sonho de Amadeo, o escritor e poeta António Carlos Cortez escreveu: «Prosa trabalhada […] como se a narrativa viesse dum além-túmulo sobressaltar-nos.»
 

O Prémio Literário UCCLA, criado em 2015/2016, tem como objetivo estimular a produção de obras literárias, nos domínios da prosa de ficção (romance, novela, conto e crónica) e da Poesia, em língua portuguesa. Ao concurso só pode concorrer quem nunca editou uma obra literária e poderá enviar uma única obra a concurso.

 

Os vencedores das anteriores edições do Prémio Literário UCCLA foram:

2016 - Era uma vez um Homem de João Nuno Azambuja, Português;

2017 - Diário de Cão de Thiago Braga, Brasileiro, natural de Corumbá, Goiás;

2018 - Equilíbrio Distante, de Óscar Maldonado, de nacionalidade Paraguaia;

2019 - Praças, de António Pedro Correia, Luso- Angolano;

2020 - O Heterónimo de Pedra, de Henrique Castanheira, Português.