Director: Octávio Soares - Contacto: 00239 9923140 - E-mail:jornaltropical05@hotmail.com / tropical05@hotmail.com - www.jornaltropical.st

 
 
Publicidades
 
 

Transferir STome_logo_cmyk.jpg (1075,9 KB)

PESTANA SÃO TOMÉ
OCEAN & SPA HOTE

Grupo Pestana em São Tomé garante a qualidade dos serviços aos seus clientes  

siga-nos no Facebook

https://www.facebook.com/SaoTomePestana

 

 

MUDANÇAS CLIMÁTICAS CADA VÊS PIOR

PROGRAMA PARA MUDANÇAS CLIMÁTICAS  EM STP REFORÇA COMBATE E MITIGAÇÃO

Prioridade: Redução para 50% energia de combustível fóssil e Reflorestação do país

Arlindo Carvalho deu boas vindas ao programa, Terceira Comunicação Nacional Sobre as Mudanças Climáticas

O Director-Geral do Ambiente, Arlindo Carvalho, procedeu a abertura do programa designado Terceira Comunicação Nacional Sobre as Mudanças Climáticas. Durante a cerimónia fez uma breve declaração, dando boas-vindas aos presentes. Destacou ainda como prioridade deste Governo o combate, a resiliência e a prevenção as mudanças climáticas em S. Tomé e Príncipe.

As mudanças climáticas são fenómenos que afectam hoje em dia todo o mundo, em especial pequenos países insulares como São Tomé e Príncipe, cujas consequências estão a vista e continuarão a estar connosco durante muito tempo, reconhece Arlindo Carvalho. Essas consequências são visíveis nas diversas áreas do desenvolvimento como sociais, económicas, áreas estruturais e financeiras.

Segundo o nosso interlocutor, as autoridades nacionais estão a dar prioridade as mudanças climáticas através de acções em cursos com o propósito de minimizar os seus efeitos extremos, com particular enfoque as consequências negativas para as populações.

O Director-Geral do Ambiente, Arlindo Carvalho ao dar boas-vindas a Terceira Comunicação Nacional Sobre as Mudanças Climáticas,considerou estas mudanças como consequências negativas das acções do ser humano sobre a natureza. Explicou que o este programa tem grande importância porque “vai ajudar,sensibilizar, informar e educar a população para poder evitar que as consequências das mudanças climáticas associadas a mau utilização dos recursos naturais e do ambiente.

Segundo Arlindo Carvalho a estratégia do Governo para as mudanças climáticas pode ser comparada a  uma doença crónica que ao ser tratada, o doentes deve antes se adaptar a mesmo dentro do programas de cura.  Portanto, o Governo está a adoptar  mecanismo de adaptação as consequências das mudanças climáticas.

A este propósito informou que “nós estamos a fazer já alguns trabalhos em vários sectores ao nível do nosso país”, explicando tratar-se de “sectores estruturais nas comunidades costeiras, juntos aos pescadores, juntos aos agricultores” entre outros. Além disso, afirmou ainda que dentre desta estratégia “estamos a trabalhar na questão da mitigação do dos efeitos das mudanças climáticas” como o contributo de S.Tomé e Príncipe ao nível mundial.

A contribuição de S. Tomé e Príncipe, disse o Director-Geral do Ambiente,”inclui a educação e sensibilização através dos órgãos de comunicação social”. Ainda, com base nos estudos e inventários sobre efeito de estufa, e apesar das emissões do país serem muito diminuta o aquecimento global, “queremos trabalhar para reduzir essas emissões”.

O Governo santomense assumiu o compromisso de que até2030, reduzir para pelos menos50% a produção da nossa energia através de fontes não renováveis com efeito estufa, garantiu Arlindo Carvalho, afirmando que as autoridades nacionais estão a trabalhar com os parceiros internacionais para investir no domínio das energias renováveis e assim diminuir a utilização de combustíveis fósseis como gasóleo, nomeadamente substituir a queima de gasóleo para produzir a energia por energias limpas.

Além desta ajuda, as nossas florestas hoje em dia já contribuem, consumindo 10 vezes mais os gases de efeito estufa que produzimos, explicou como um bom exemplo de contributo dado por S. Tomé e Príncipe no combate as consequências das Mudanças Climáticas ao nível mundial.

Além deste importante contributo para atenuar os danos provocados pelas Mudanças Climáticas ao nível mundial, O Director-Geral do Ambiente garante haver o compromisso do Governos santomense em“continuar a investir na reflorestação dos nosso país para que poderemos ter a essa cobertura vegetal que permite absorver todos os gases que produzimos” e ajudar deste modo a comunidade internacional administração e mitigação dos problemas de gases de efeito de estufa.

Octávio Soares

                                    

 

 

 

 

   
 

 

CERVEJEIRAROSEMA 

 

   

Transferir STome_logo_cmyk.jpg (1075,9 KB)

   

   
     

 

   
 
 
Jornal Tropical | Todo Direito reservado | Av. Marginal 12 de Julho | São Tomé e Príncipe | jornaltropical05@hotmail.com - 00239 9923140