IMG-LOGO
   

            

 

 

 

PNASE INAUGURA EM CANTAGALO PÓLO DE DISTRIBUIÇÃO DE ALIMENTAÇÃO ESCOLAR REABILITADO COM APOIO DO  PAM 

 A encarregada do Escritório do Programa Alimentar Mundial das Nações Unidas (PAM) em São Tomé e Príncipe, Edna Peres, e o Coordenador do Programa Nacional de Alimentação e Saúde Escolar (PNASE), Arlindo Capela, em nome da Ministra da Educação e Ensino Superior, inauguraram ontem terça-feira 15,   em Água Izé, distrito de Cantagalo, um de três pólos de distribuição dos produtos para a alimentação escolar reabilitados com fundos do PAM.

 

 O PAM respondeu positivamente ao pedido do Ministério da Educação e do Ensino Superior, através do PNASE, para reabilitar três polos distritais do PNASE, localizados em Caué, Cantagalo e Lembá. “Os pólos de distribuição da alimentação escolar do PNASE constituem um ponto central na cadeia de abastecimento às escolas”, disse a Encarregada de Escritório do PAM no país, Edna Peres.

 

“Os pólos asseguram a ligação entre os fornecedores ou mercado e os beneficiários: a escola, as crianças e a comunidade. Um Pólo é mais do que um armazém, garante o armazenamento e a conservação dos alimentos destinados à cantina escolar em condições dignas e  apropriadas. Garantir o pleno funcionamento dos Polos é assegurar a qualidade dos alimentos e contribuir para a qualidade da educação de nossas crianças, nosso futuro”, concluiu.

 

O PNASE fornece alimentação escolar a cerca de 50 mil crianças de todo o país. O PAM, através da ajuda de seus parceiros internacionais, garante refeições escolares a 20 mil crianças. O PAM também apoia o PNASE e seus parceiros no fomento de hortas escolares, de modo a garantir que as escolas, as famílias e as crianças de São Tomé dependam menos de ajudas externas e se sustentem mais à base de produtos de seus campos, suas hortas escolares e seus próprios quintais.

 

Créditos das fotografias: Jorcilina Correia/PAM STP

 

                                         #                           #                            #

 

O Programa Alimentar Mundial das Nações Unidas é a maior organização humanitária do mundo, salvando vidas em emergências e usando a assistência alimentar para construir um caminho rumo à paz, estabilidade e prosperidade para pessoas que sofrem com os impactos de conflitos, desastres e das mudanças climáticas.

 

 

Milton Machel