Director: Octávio Soares - Contacto: 00239 9923140 - E-mail:jornaltropical05@hotmail.com / tropical05@hotmail.com - www.jornaltropical.st

 
 
 
 
 

 

 

 

Governo são-tomense e ONU preparam plano estratégico de recuperação económica

 8 .10.2020 A Organização das Nações Unidas (ONU) e o Governo são-tomense estão a preparar um plano estratégico de recuperação económica do país no pós covid-19, financiado pelo Banco Mundial, que estará concluído em novembro, indicou fonte diplomática na capital.

Trata-se de um programa para ser executado em dois anos, cujo montante financeiro será definido numa reunião de doadores que o Governo do arquipélago vai organizar com o patrocínio do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD).

"Em novembro já teremos um plano final, já começamos a trabalhar no sentido de avaliar o seu impacto socioeconómico, num projeto conjunto com o Banco Mundial, a Câmara do Comércio, Indústrias, Agriculturas e Serviços [CCIAS] e o Instituto Nacional de Estatística [INE]", disse a representante do sistema das Nações Unidas em São Tomé e Príncipe.

O executivo são-tomense, representantes do PNUD, da CCIAS e do INE reuniram-se, no Palácio do Governo, para definir o modelo do programa a ser elaborado.

"Vamos definir cinco pilares, dentre os diferentes setores que vão constituir esse plano de recuperação. Basicamente esta ação já começou, já temos dados que vão guiar este plano e estamos satisfeitos porque há uma grande apropriação deste documento pelo Governo", explicou Katarzvna Wawiernia.

De acordo com a responsável, o documento que estará concluído em novembro servirá "para a mobilização de recursos".

"Com certeza o Governo vai convocar todos os parceiros para uma mesa redonda para apoiar este plano", referiu a representante do sistema das Nações Unidas.

A reunião com o primeiro-ministro e membros do Governo foi considerada pela responsável de "estratégica".

“Falamos do plano nacional sustentável, um plano que estamos a preparar com vista a apoiar o Governo na recuperação pós covid-19", acrescentou.

Katarzvna Wawiernia lembrou que o Governo são-tomense já tem um plano nacional de resposta imediata à covid-19, mas não existe “um plano de médio prazo".

"Por isso todos os atores nacionais, com apoio do sistema das Nações Unidas vão trabalhar num plano que integra objetivos de desenvolvimento humano", explicou.

A diplomata da ONU explicou que o que se pretende é elaborar e executar um "plano estratégico”.

“Vai ser um plano acelerador do plano nacional de desenvolvimento sustentável que penso ser bastante bom para o país uma vez que a situação [da covid-19) já não é como antes", adiantou.

"Falta-nos 10 anos para cumprir a Agenda 2030 para atingirmos os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável [ODS] que, infelizmente, com a pandemia de covid-19, ficaram para trás", lamentou.

Segundo a diplomata, há muitos indicadores que dizem que, infelizmente, todos os ganhos alcançados nos últimos 20 a 30 anos no sentido de vários ODS “estão perdidos por causa da covid-19".

O ministério da saúde do país anunciou hoje mais um caso positivo de covid-19, aumentando a infeção acumulada para 914.

Este novo caso resulta de 37 testes realizados nas últimas 24 horas pelos serviços sanitários que dão conta de que 11 pessoas estão em isolamento domiciliar infetados pela doença, e mantém o número de pacientes recuperados em 888.

Lusa

  

 

 

 

   

 

 
 
Jornal Tropical | Todo Direito reservado | Av. Marginal 12 de Julho | São Tomé e Príncipe | jornaltropical05@hotmail.com - 00239 9923140